Matérias

CONSUMIDORES TAMBÉM SÃO INFLUENCIADORES

By 5 de junho de 2019 julho 10th, 2019 No Comments

O peso da opinião do consumidor na era das redes

A famosa frase, “a propaganda é a alma do negócio”, faz bastante sentido na prática e é válido lembrar que toda informação acerca de uma marca acaba tendo a possibilidade de se tornar uma publicidade sobre ela.

Essas informações podem ser tanto as emitidas pela própria empresa quanto as opiniões e impressões que seus clientes têm e compartilham com os contatos deles.

O relato de um consumidor pode exercer determinada influencia sobre o outro e até um possível novo cliente. O boca a boca, que alguns anos atrás ocorria em encontros pessoais, hoje também está na internet.

No atual contexto do mundo das redes sociais, todo mundo influencia um ao outro. Claro, temos os grandes influenciadores, que são os Youtubers ou os especialistas famosos em um determinado assunto, mas além deles, que exercem influencia sobre uma grande quantidade de pessoas, o usuário comum das redes sociais na internet também influencia a sua rede de contatos.

Antes do surgimento de todas as possibilidades de interação na web, a TV e o rádio eram canais de amplo alcance. Hoje, pessoas anônimas alcançam sucesso quase instantâneo nas redes sociais dependendo do assunto ou da repercussão dele. Vídeos podem viralizar, textos podem ser compartilhados em uma diversidade de vezes.

Nas redes sociais, no Youtube e no Google há uma infinidade de conteúdo produzido espontaneamente por consumidores de diferentes marcas sobre elas. Essa produção pode ter um peso negativo ou positivo dependendo tanto dos acontecimentos quanto do relacionamento entre fornecedor e quem consume.

As redes são utilizadas pelos clientes das marcas para promover elogios sobre elas ou para reclamações. A internet é bastante usada como fonte de pesquisa sobre a eficácia de um determinado produto. Youtubers criam vídeos para avaliar produtos e influenciar seus seguidores.

Os sites de reclamações também já conquistaram espaço na web. O Reclame Aqui é um exemplo de sucesso nesse assunto. No espaço infinito da internet, é propício para um consumidor registrar suas impressões sejam elas boas ou ruins e encontrar receptores daquilo que elas estão comunicando sobre o seu produto e sua marca.

Nesse meio existem também os haters, conhecidos pelo hobby que têm de espalhar difamações contra pessoas e empresas. Mas boa parte dos internautas já está atenta que eles estão dispostos a apenas bagunçar.

Enquanto isso, os verdadeiros consumidores que se sentem frustrados com um atendimento ou desempenho do produto, quando são realmente sinceros, ganham simpatizantes de suas causas.

Se um consumidor descontente influencia as pessoas, um consumidor apaixonado pela marca ajuda a promove-la de forma espontânea ao registrar a própria experiência com ela.

O compartilhamento de experiências se intensifica cada vez mais nas redes sociais! Por isso, é preciso manter atenção ao que os usuários relatam sobre sua marca.

Se surgir um problema faça todo o esforço para soluciona-lo, porque ninguém –absolutamente ninguém-, está isento de problemas, mas o que fica registrado pelos consumidores é a forma como os contratempos são solucionados.

Se ele tiver dificuldades para solucionar o problema esse fato fica registrado como um algo negativo. Já um problema solucionado prontamente se torna uma chance de alcance da boa reputação entre os consumidores e entre os internautas.

A prática da boa comunicação, da clareza ao abordar um assunto, colabora também para o bom posicionamento de uma marca, para a solução de problemas, alguns deles são só erros de comunicação mesmo, e ainda pode contribuir para a fortalecer de forma melhor a percepção dos seus consumidores que hoje são  influenciadores, que podem influenciar outras pessoas (também influenciadoras), afinal todos temos nossa cota de influencia nas redes sociais.